quinta-feira, 31 de março de 2011

O AMOR CUSTA CARO...

A POESIA DE MANOEL BANDEIRA

MEU CASO DE AMOR COM OS BLOGS!...



A Internet foi um presente para quem gosta de escrever; não só tem revelado talentos anônimos como dá voz aos mais tímidos,aqueles que não gostam de se expor publicamente ao vivo e a cores.
Como eu já tinha escrito no meu texto "Amores Virtuais", na internet a gente expõe a nossa alma,o nosso ser e aparecemos aos outros,quase sempre,como realmente somos.
Não  quero falar aqui sobre o lado" dark "da rede; as pessoas que se comportam mal nela, se comportariam assim em qualquer lugar, são almas enfermas.
Depois de quase dois anos escrevendo em sites comecei a blogar, não digo que sem um pouco de receio, pois havia e, ainda há entre escritores, um certo preconceito contra blogs,que consideram uma literatura inferior
. Discordo totalmente sobre esse assunto.
Conheço blogs inteligentes, com mensagens magníficas, boa poesia,análise de fatos históricos e,muita,muita informação;ao contrario dos jornalistas em geral,o blog é pessoal,não está sujeito à censura interna,como certos jornalões,onde o pensamento do jornalista tem que ser o pensamento do editor e estar de acordo com a filosofia dos donos dos jornais,sujeitos nem sempre politicamente correto.
O blogueiro está entre ele – e sua consciência – e seu público. Claro que o bom blogueiro é um formador de opinião e, dependendo da quantidade de seus leitores,ele pode mudar conceitos,destruir preconceitos e trazer à tona a verdade dos fatos;porque ele freqüenta várias fontes,lê e ouve diversas correntes,interage com outros colegas e seu público e ,daí,com sorte,talvez consiga trazer a verdade para fora do poço
. Para se fazer um bom blog a gente tem que viver uma bela estória de amor com ele .É quase como o "poetinha "escrevia no poema "Para viver um grande amor",lembram?
Claro, todo apaixonado já leu... "Para viver um grande amor, preciso é muita concentração e muito siso, muita seriedade e pouco riso" — para escrever um blog,também... Para ser um bom blogueiro , te digo, é preciso atenção como o "velho amigo", e também com o seu leitor.."
É preciso  muitíssimo cuidado com quem quer que não esteja apaixonado, pois quem não está, está sempre preparado pra chatear o recente escrevinhador." Eu já ouvi: -Tolice, isso não vai dar em nada,perda de tempo e dinheiro,quem vai ler? E os materialistas:
-O que você está ganhando com isso!?
Não adianta explicar, essa gente nunca iria entender... "Para viver um amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade" — todo dia você tem que comparecer, apresentar novidades, dormir e acordar pensando no seu leitor,sobre como agradá-lo,sobre como trazê-lo até você.
Essa blogueira aqui administra 7 blogs e um site. Cada dia da semana me dedico a um deles.De véspera faço uma pauta,sempre antenada com o leitor,procurando os textos mais lidos e comentados para sentir onde está o interesse daqueles que me lêem.
Há que prestar  atenção , pois,os leitores vêem do mundo todo,cada qual com suas preferências e esperanças. Os sites de busca me dão régua e compasso, além dos sites como o Google Analytics,  Woopra e o Feedjits que fazem um retrato fiel do leitor,  e, suas estatísticas são muito importantes para quem quer perceber os mais diversos interesses
. Para fazer um blog perfeito, "não basta ser apenas bom sujeito; é preciso também ter muito peito — peito de remador". É preciso  aprender,consultar seus leitores,mandar e-mails,ouvir e ler comentários,manter suas idéias,apesar dos contrários; vaquinhas de presépio que concordam com tudo,não se dão bem na blogosfera. .
" É preciso um cuidado permanente não só com o corpo mas também com a mente, pois qualquer "baixo" seu, o leitor sente — e esfria um pouco o amor." "Há que ser bem cortês sem cortesia; doce e conciliador sem covardia; saber ganhar dinheiro (ou não) com poesia "— para viver um grande amor ou fazer um grande blog.
Por isso, faço um apelo ao meu leitor; comente,opine,dê sugestões sobre texto,demonstre seus desejos;nos e-mails que lhes envio,sugira temas,use a força da internet para resolver pequenas questões até sobre empresas que não cumprem promessas,recados aos políticos,conselhos para o dia a dia.
Internet é interação. Nunca houve ,em toda a estória da humanidade,pessoas tão próximas umas das outras,como nós,internautas.Vamos usar nosso poder.
Estou ao seu lado, querido leitor, daqui ou d'além mar. O mundo é nosso!
 Texto de Miriam de Sales Oliveira protegido pelo LCC.
As aspas referem-se aos versos de Vinicius de Morais no poema" Para viver um grande amor".

quarta-feira, 30 de março de 2011

ÁGUA PERFUMADA!...




Se você detesta perfumes fortes use água de colônia. 
Num clima  tropical ,como o nosso, não precisamos de odores marcantes usados nos países mais frios onde,nem sempre o banho diário  é apreciado,num inverno abaixo de zero.O perfume ,neste caso,é um mero disfarce...
Antes de esnobar a água de colônia,saiba que foi criada para uma rainha,em1370,na Hungria.Sua composição era,simplesmente,alecrim e álcool.
Hoje contamos com outros ingredientes como alfazema, lavanda,limão (ah,eu adoooro o Ô de Lancôme!) laranja,madeiras,frutas etc
Há opções para todos os gostos.
No Nordeste,já que somos pobres,mas,limpinhos,a água de colônia é sucesso indiscutível; lembra limpeza,bem – estar...
As melhores e mais conhecidas marcas são: Kanitz,4711,Prada,Melissa,Eau Sauvage de Dior,Alfazema,Alchemia, Lancôme,L’Occitane.
Há para todos os gostos e bolsos.






UMA LINDA ESTÓRIA DE AMOR!



Todos os  dias, à mesma hora,aquele elegante cavalheiro cinqüentão sentava-se naquele banco da pracinha daquele bairro.
Vinha sempre muito bem trajado – blazer, calças bem vincadas ,um cravo na lapela –e ali ficava, um sorriso nos lábios um  traço de saudade  no olhar.
Intrigados ,por verem há anos esse mesmo homem nesta mesma praça,os moradores do apartamento em frente,o interrogaram,delicadamente.
Queriam saber o  porque de tanta devoção,tantos anos,tantos dias...
_Ah, meus amigos,venho recordar meus dias de esperança e felicidade.Há quinze anos atrás,aqui,nesta mesma praça,neste mesmo banco,olhando essas mesmas flores e o mesmo jardim,eu,um rapazola romântico esperava a minha amada desconhecida,a mulher que escolhi para ser minha,ansioso para que ela aceitasse meu pedido de casamento e os meus votos de amor eterno.
As pessoas em volta emocionaram-se; algumas matronas enxugavam furtivas lágrimas no avental.
-Pobre homem! Agora só lhe restam as lembranças, pois,com certeza sua noiva ,já morreu não é?
Não ,soluçou o cavalheiro,infelizmente,não! Está lá em casa me infernizando a vida.
Triste e cabisbaixo,partiu.

terça-feira, 29 de março de 2011

segunda-feira, 28 de março de 2011

NÃO FALEI?

OBJETO DO DESEJO!







Olá,vejam que genial esta idéia de um viciado em decoração.

Quer conhecer melhor? Acesse o site:http://heartanddesign.blogspot.com/2

Dormir no chão é ótimo,vejam os orientais...
E essa cama - livro é genial para quem,literalmente,gosta de cama e livros.

SEMANA POÉTICA





De Elisa Lucinda
Libação
É do nascedouro da vida a grandeza. 
É da sua natureza a fartura
 
a ploriferação
 
os cromossomiais encontros,
 
os brotos os processos caules,
 
os processos sementes
 
os processos troncos,
 
os processos flores,
 
são suas mais finas dores
As conseqüências cachos, 
as conseqüências leite,
 
as conseqüências folhas
 
as conseqüências frutos,
 
são suas cores mais belas
É da substância do átomo 
ser partível produtivo ativo e gerador
 
Tudo é no seu âmago e início,
 
patrício da riqueza, solstício da realeza
É da vocação da vida a beleza 
e a nós cabe não diminuí-la, não roê-la
 
com nossos minúsculos gestos ratos
 
nossos fatos apinhados de pequenezas,
 
cabe a nós enchê-la,
 
cheio que é o seu princípio
Todo vazio é grávido desse benevolente risco 
todo presente é guarnecido
 
do estado potencial de futuro
Peço ao ano-novo 
aos deuses do calendário
 
aos orixás das transformações:
 
nos livrem do infértil da ninharia
 
nos protejam da vaidade burra
 
da vaidade "minha" desumana sozinha
 
Nos livrem da ânsia voraz
 
daquilo que ao nos aumentar
 
nos amesquinha.
A vida não tem ensaio 
mas tem novas chances
Viva a burilação eterna, a possibilidade: 
o esmeril dos dissabores!
 
Abaixo o estéril arrependimento
 
a duração inútil dos rancores
Um brinde ao que está sempre nas nossas mãos: 
a vida inédita pela frente
 
e
 a virgindade dos dias que virão!

sábado, 26 de março de 2011

SÁBADO DE RISOS!

ALMOÇO DE DOMINGO






ALMOÇO DE DOMINGO

Hoje, um 
cardápio inteiro, uma sugestão para um domingo
preguiçoso, almoço em casa, 
sem nenhum trabalho nem muita sujeira. 

Ingredientes:
Assado:
- 1 picanha
- sal a gosto
- 3 colheres de sopa de mostarda
- 1 folha de louro
- óleo para besuntarver vídeo a picanha

Molho –
 1 cebola grande ou 2 médias
- 1 xícara de chá de vinagre branco
- ½ xícara de chá de óleo (de milho ou canola)
- sal a gosto
- 1 colher de chá de orégano (ou, a gosto)

Farofa:
- 3 colheres de sopa de margarina ou manteiga
- 2 xícaras de chá de farinha de mandioca
- sal a gosto
- 4 colheres de sopa de salsa picada
- azeitonas pretas

Para acompanhar: arroz branco e uma salada a
gosto

:
Modo de Preparar:
Vá para a cozinha 1 hora antes do almoço.
Tempere a picanha com sal, mostarda 
e louro picadinho. Deixe repousar no tempero
por 20 minutos. Coloque o 
forno para aquecer. Pique a cebolaver vídeo
em pétalas e cubra com vinagre branco. 
Reserve. Se não tiver arroz pronto, é hora de
lavá-lo e deixar secando. 
Quando o forno estiver quente (demora cerca de
15 a 20 minutos), coloque 
a picanha e deixe na temperatura máxima. Se
tiver um forno elétrico, aproveite 
para usa-lo, pois é o melhor lugar para assar
uma picanha, por ter aqueles 
aquecedores superiores que a deixam lindona e
dourada por fora. Tempere 
seu arroz, da maneira que gostar mais. Prepare
a farofa sem pressa: aqueça 
a manteiga e quando estiver quente junte a
farinha de mandioca. Vá fritando-a, 
mexendo sempre, até que doure. Junte a salsa e
as azeitonas. Cuide do 
molho: escorra o vinagre, junte óleo, tempere
com sal e orégano. Quer 
uma salada? Ainda dá tempo. Se gostar da
picanha mal passada, em 35 minutos 
de forno estará pronta, ao ponto, 45 minutos e
bem passada, uns 50 minutos.

Se tiver 
prática de cozinha, o tempo ainda dá para tomar
uma cerveja gelada, namorar 
um pouco ou bater um longo papo.
 Ah! Ainda
falta arrumar a mesa. É uma 
boa hora para ver se as meninas estão
aprendendo os fatos básicos da vida... 
Não, não é o que está   pensando! Sobre as
abelhas e as flores, elas já 
sabem mais do que você pensa, eu estou falando
sobre arrumar a mesa no 
capricho!... Pronto! 
Agora é só sentar e deixar andar! Bom domingo!




BOM ALMOCINHO!


Fonte:Cybercook  

sexta-feira, 25 de março de 2011

AGRADECIMENTO AOS MEUS LEITORES

                  RECEBAM ESSAS FLORES COM TODO MEU CARINHO                                
                                        VOCÊS SÃO  DEMAIS!... 
  EM 15 DIAS MAIS DE MIL ACESSOS


FALA O LEITOR:
Oi, amiga, nós é que agradecemos pelos bons momentos.Abraço
Carlos

FRASES!

BREVE LIÇÃO DE INFORMÁTICA



O PC DE A ........................................Z
                           #
A:abençoados sejam os pessimistas,pois ,eles fizeram backup!
                            # 
B:bios:burro,idoso operando sistema.
                                     #
C:computador é que nem carroça,sempre tem um burro na frente.
                         #
D:diga-me qual é teu pc e te direi quem és.
                          #
E:eu sou um computador;computadores não cometem herros.
                       #

                          
F:falem mal,mas,falem do windows.
                             #
G:o google é meu pastor e nada me faltará.
                           #
H:há dois tipos de pessoas na informática:os que perderam o hd e os que ainda vão perder.
                     #
I: informática:aluno não cola,faz backup.
                         #
J:jovem diz:sou anomalista de sistemas e trabalho na microsofre.
                        #
K:kkkkk:papel higienico e tempo de acesso acaba quando você mais precisa.
                         #
L:o linux é meu pastor e nada me travará.
                      #
M:meu computador não tem memória,só uma vaga lembrança.
                       #
N:não confunda modess com modem,o slot é diferente.
                           #
O:o que é pior,sogra ou windows?
                         #
P:prá quem não sabe,hardware é aquilo que você chuta e software é aquilo que você xinga.
                        #
Q:quem clica seus males multiplica.
                         #

R:repare:-:).-J.:-).:-).:-):sempre tem um querendo aparecer!
                               #
S:sou uma garota de programas,faço computação.
                         #
T:todo mundo tem clientes;só analista de sistemas e traficante é que têm usuarios.
                         #
U:uma verdadeira inclusão digital é o exame de próstata.
                       #

V:virus:o único que computador não tem é o da gripe.
                        #
X:xp:eu me identifico muito com meu computador;legitimo,de boa qualidade,bonito,esperto e rápido.
                         #
Y:yo csnolgo digtarr 300 palvrs pro seugndo.
                          #
W:windows é a resposta para uma pergunta que ninguém perguntou.
                         #
Z:007control-alt-del:novo filme de james bond.
                              


                           

quinta-feira, 24 de março de 2011

CLEÓPATRA

ELIZABETH TAYLOR


Nunca houve uma mulher como Liz Taylor.
Sua morte, ontem, aos 79 anos, foi a pá de cal num tempo que não volta mais –os áureos anos dos estúdios de cinema de Hollywood-.
Liz começou a freqüentar esse mundo de contos de fadas aos dez anos,mas,logo atingiu o estrelato,passando a ser contratada do poderoso estúdio MGM.
Seus fascinantes olhos cor de violeta fizeram toda a diferença.
Em "Gata em teto de zinco quente"

Fez grandes filmes como Giants, Cleópatra, Gata em teto de zinco quente,Quem tem medo de Virginia Wolff,Um lugar ao sol,De repente, no último verão,Butterfield 8.
Sua atribulada vida amorosa era dissecada e comentada pelos tablóides da época.Casou-se oito vezes e ,segundo ela”,nunca dormiu com um homem que não fosse seu marido legítimo.”
E,desafia:
-“Quantas mulheres poderiam dizer o mesmo?”
Com o  primeiro marido ,o milionário Conrad Hilton ,viveu nove meses;do  segundo,o ator Michael Wilding,vinte anos mais velho,cansou-se logo; parecia estar bem com o produtor Michael Todd,mas,esse morreu num desastre aéreo.
O maior escândalo veio com o casamento com Eddie Fisher,marido da sua melhor amiga,Debbie Reynolds.
Debbie botou a boca no trombone e acusou Liz de ter-lhe roubado o marido.
Daí veio seu maior amor,Richard Burton.Conheceram-se no set onde ambos estrelavam Cleópatra,uma produção milionária.Essa paixão intensa durou a vida toda de ambos,mas,como viviam entre tapas e beijos,separaram-se e tornaram a casar novamente.
Já uma mulher bem madura casou-se com o senador John Warner;acomodou-se,engordou,virou uma perfeita “housewife” americana.
O último marido,um construtor Larry Fortensky,recusava-se a ser o Sr. Elizabeth Taylor
Já doente ,ela cansou-se do esforço e deu no pé.
Mas,ai,cresceu a mulher magnânima que muito lutou contra a AIDS e o preconceito reinante no mundo do cinema.
Tudo começou quando seu maior amigo,o ator Rock Hudson,foi vitimado pela doença; que teve que esconder,pois,como só fazia papéis de galã,não poderia ser visto como gay.
Liz começou então uma cruzada contra o preconceito e, para financiar  sua campanha vendeu o diamante do século, um Krupp, um anel de  alguns  milhões de dólares que ganhou de Richard Burton.Hoje está na Arábia Saudita ,de posse de um potentado do petróleo que o comprou por 3 milhões de dólares.
Graças aos seus esforços contra a doença e preconceito,recebeu aplausos do mundo inteiro,sendo até agraciada pela Rainha da Inglaterra.E,ganhou uma bela canção feita por seu particular amigo Michael Jackson.
Além de Burton,as jóias foram seus grandes amores; tinha muitas ,maravilhosas e muito valiosas.
Pelos bons momentos que seus filmes me proporcionaram, pelo seu modo independente e honesto de viver,pela sua generosidade, pela sua luta sem quartel contra o preconceito,desejo que sua boa energia se junte às mais fortes do Cosmo e,de lá,essa grande estrela possa ajudar  ,com seu brilho,a tornar o mundo melhor.

quarta-feira, 23 de março de 2011

CONTRARIEDADES,PORQUE SE DEIXAR ABATER?




Temos uma tendência acentuada às queixas. Nada está perfeito, queremos mudar as coisas, nos aborrecemos por tudo,qualquer bobagem nos altera.
Mas,essa tendência destrutiva não melhora em nada a nossa vida.A maioria das coisas desagradáveis que nos acontece foram criadas por nós;somos o timoneiro do nosso destino.
Sabemos que,se moramos há anos numa casa e não cuidamos da sua manutenção,um dia,ela vai se deteriorar;então,quando reclamamos da parede rachada,de esgotos que entopem e de goteiras,somos os culpados.
Se não cuidamos da saúde como devíamos,se passamos noites em claro, na farra,se nos expomos á inclemência do tempo,desagasalhados,e,no ocaso da vida,estamos cheios de achaques e artroses,culpa nossa.
Quem vive de excessos sabe que pagará o preço um dia.
Por outro lado,se trabalhamos demais,se damos mais importância ao dinheiro que à família,se vivemos nessa corrida de ratos,sabemos que podemos perder as rédeas com nossos filhos,que,às vezes só nos vêm nos fins de semana e,relutamos nas escolhas:passar um dia chato com as crianças no zoológico ou um joguinho divertido com os amigos,regado a cervejinhas estupidamente geladas?
Eu mereço uma folga!Você se convence.
Quando uma contrariedade acontece você não tem fibra nem coragem para enfrentá-la;vive exausto,cansado de lutar com pequenos “acidentes de percurso” diários:o carro que não pega,os engarrafamentos,as enchentes,as queixas ou exigências da mulher,o boletim do filho...
Você fica indignado e se queixa;não compreende que esse estado de espírito em que você entra,por vontade própria, lhe deixa mais vulnerável do que as próprias contrariedades.
Aprender a dizer não de vez em quando é bastante benéfico;faz bem à saúde.
Mas,existe um remédio ainda melhor,o diálogo e a transparência.Sua família precisa conhecer o tamanho do seu bolso;aquilo que pode e o que não pode;neste mundo consumista,criamos necessidades e sofremos quando perdemos o prumo das nossas contas e os cartões disparam e as dívidas se avolumam;fazer  um orçamento doméstico com participação da família ajuda um bocado.
Coisas que estão fora do nosso alcance como tempo e engarrafamentos deverão ser levados com bom humor;a gente não tem controle sobre eles,e,como diziam os antigos,”o que não tem remédio,remediado está”.
No carro,num dia de trânsito terrível,ler o jornal,ouvir música ou ver um bom DVD,ou até mesmo refazer a agenda,melhora nosso humor.
Minha saúde não está boa?Faz parte.Quando a gente quer envelhecer(e todos querem)sabe que essas ciosas fazem parte do longo percurso da vida,esta viagem sem nexo nem porto seguro que fazemos ao nascer;como toda viagem,pegamos boas estradas ,mas,também,lamas,buracos e chuva forte,além de animais na pista.
Mas,porque tenho que passar por isso? dizemos. Afirmação insensata!Passamos por isso porque faz parte da vida.
Digamos que Deus lhe permitisse escolher viver numa redoma ou num quartel; viver  é lutar!
A vida é combate que abate os fracos e levanta os fortes,canta Y-juca-pirama, na    bela poesia de Gonçalves Dias.
É por isso que aqueles intrépidos,que se arriscam,que não têm medo de gritar e que mudam conceitos e fazem o mundo girar constituem a elite da tropa, ganham troféus  e seguidores e fazem jus à admiração de todos.São os pastores.
Os outros,que se satisfazem com tarefas leves,que se amiúdam,esses são apenas ovelhas,mocinhos delicados,que passam pela vida,mas,não vivem,de verdade.

NO CAIXA ELETRÔNICO...

NOSSA LÍNGUA PORTUGUESA!


Um homem rico estava muito mal, agonizando. Pediu papel e caneta. Escreveu assim:

'Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres. '


Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram quatro concorrentes.


1) O sobrinho fez a seguinte pontuação:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

2)
 A irmã chegou em seguida. Pontuou assim o escrito:

Deixo meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.


3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele:

Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.


4) Aí, chegaram os descamisados da cidade.. Um deles, sabido, fez esta interpretação
:
Deixo meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro? Nada! Dou aos pobres.


Moral da história:


"A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras.
Somos nós quem colocamos a pontuação.
 E isso faz toda a diferença..."  
FONTE:INTERNET
 
 
 

  

terça-feira, 22 de março de 2011

VAI A UM CASAMENTO CHIC? CAPRICHE!

Três idéias modernas, e elegantes para você assistir a um casamento chic.
No casamento,a figura principal é a noiva.Não vale roubar-lhe a cena.
Mas,se você for jovem esses três modelitos tão atuais estarão perfeitos.
O da esquerda,um pretinho clássico  não pode faltar no guarda - roupa de uma mulher elegante,pois é versátil e prático.
Aproveite as dicas e Boa Festa!