terça-feira, 17 de junho de 2014

AI,MEU DEUS,QUE SAUDADES DA AMÉLIA!


                                                                            
                                                                           JUNHO/14

AI MEU DEUS, QUE SAUDADES DA AMÉLIA

Sr João da Silva

Prezado Sr

Estou vagando por este mundo a  bilhões de anos e fui evoluindo,evoluindo ,até chegar a este século sem muitas dores de cabeça;muitas dores de cabeça dei aos meus semelhantes,sempre guerreando com eles,tomando-lhes as companheiras,escravizando-os etc,coisas pequenas ,mas,necessárias á nossa própria sobrevivência.
Tudo ia muito bem até os dias de hoje.Senhor,estou vivendo em constante perigo;nem sei se sobreviverei.Nosso Criador,sabiamente,nos tirou uma costela e ,mesmo sem minha autorização,gostei;ela veio para  serviços de mesa e cama ,para ser nossas escravas,garantir a nossa descendência e tudo mais.Não precisava nem pensar e trabalhar,apenas nos serviços domésticos.Nós,os machões ,garantíamos sua sobrevivência.As mulheres,assim foram chamados esses seres alienígenas,tinham que usar a cabeça apenas para pentear os longos cabelos e teve até um respeitável filósofo que chegou a escrever:”cabelos compridos,ideias curtas”,muito bem dito,afinal.Era para ser assim,mas,esses seres altamente perigosos,porque sedutores e porque têm certos atributos que os homens não possuem,mas que nos encantam,de repente,sem que  a gente percebesse,ocupados como andávamos a caçar veados nas matas e a fazer guerra com os vizinhos,hoje,começaram a ler livros,dar palpites, discutir política e,pior,tomar nossos lugares nas empresas,pois,como a senhor sabe,evoluímos de macaco para playboys e atores de novelas e ,de terno e gravata,saímos a procurar emprego já que  os veados das matas sumiram e hoje estão no nosso meio com outras profissões.
Fui fazer um teste numa empresa importante e quem me aparece?Uma MULHER! De terno parecido com o meu,óculos e um relógio rolex no pulso.Abriu uma pasta e começou a me dar ordens.ORDENS!Tinha uma mesa grande ,como nunca tive,uma sala iluminada só para ela, e,segundo me disse o assustado servente ,um cheque polpudo vai alimentar todo mês a sua conta bancária.Num banco presidido por uma mulher!Pensei ir me queixar no Supremo e o que encontro?Outra mulher,como juíza.
Ah,meu senhor,o mundo pirou,ficou sem juízo.Saí atarantado,abri o jornal no barzinho onde fui tomar um café quente e o que leio?!Meu país é dirigido por uma mulher e outra governa toda a Europa.
É demais para mim. Bem que eu disse ao Criador:
–Como posso confiar num ser que sangra todo mês e não morre?
Desculpe o desabafo.
Sem mais para o momento despeço-me com estima e consideração.
Homo ex-sapiens


                                  IMAGEM DO MÊS


                                  O TERCEIRO SEXO?




MALÉVOLA




















sábado, 31 de maio de 2014

SALÃO INTERNACIONAL DO LIVRO/2014,TURIM,ITÁLIA








                                                                      O BLOG DE MAIO/14

                                     INFORMANDO/DIVERTINDO,PARTICIPANDO

ACIMA
SALÃO INTERNACIONAL DO LIVRO
TURIM/2014
DIVAGAÇÕES
Nem só de publicações e encontro com leitores vive o escritor. Há sempre aquele momento bom , de encontros e conversas,trocas de experiências e muita surpresa boa.Como,por exemplo,descobrir ,fora dos muros da sua cidade,o que andam aprontando os outros escritores brasileiros,aquém e além fronteiras. E,descobrir,maravilhado ,que o nosso país,sim,já exporta cultura.E,que,mesmo sem exposição na mídia,grandes talentos se desenham e fazem a diferença na nossa literatura .
Escreve-se muito no Brasil e escreve-se bem.E é,justamente,nesses encontros,nesses momentos ,que descobrimos essas pessoas e seus trabalhos maravilhosos.E que percebemos que têm ,sim,um público europeu que comparece,compra seus livros e volta sempre para prestigiar seu autor favorito. 
Nunca acreditei em “booms” literários; o autor novato publica , a editora que investiu nele mexe os pauzinhos,a mídia o eleva,os convites para importantes festas literárias dentro do país acontecem e... parou ai.Nã
o acontece mais nada.Voos de galinha.Já vi muitos assim.

– Cadê aquela promessa literária que estava aqui no ano passado?
– Sumiu! Mas, seus livros ,não.Acabam nos sebos ou embaixo das suas camas.É duro de ouvir e ler? Mas, é a realidade, amigo(a) ,pois,talento não se solidifica com notinhas de jornais.
O trabalho literário é para uns poucos corajosos e é ,sobretudo,um trabalho de formiguinha,um passo a passo dorido,aqui,avança, ali ,recua acolá avança novamente,até que,por fim,virá o reconhecimento,ou não.Melville e Balzac,entre outros,só o tiveram post – mortem.
Paciência! O que não se deve é desanimar.
Lá vou eu ,batendo na mesma tecla,antipática para uma editora,pois,os autores esperam de nós,no mínimo o Prêmio Jabuti.
Mas,nunca tive medo da verdade e enfrento os problemas de frente.De ilusões também se vive ,mas,o aterrissar é doloroso.E,caro,já que se investe muito para fazer um livro.
Voltando ao Salão, recomendo a todos os escritores que participem; aquela energia boa que envolve o recinto, aquele convergir de interesses que anima todos, aquela experiência vivida e trocada ,não tem preço.E,ainda não falei das atividades paralelas como passeios turísticos,as visitas a museus e bibliotecas,os almoços e jantares,o bate – papo nos barzinhos,enfim,o compartilhamento e a alegria de conversar e ouvir pessoas com interesses e objetivos idênticos.
Neste que participei - o primeiro fora do Brasil – tudo foi perfeito,graças ao trabalho da ACIMA,encabeçado pela Mariana Brasil que abriu ,para os participantes,um leque de oportunidades que ficarão para sempre através dos catálogos impressos,dos vídeos individuais para todos os escritores,das entrevistas e antologias que correrão o mundo,mostrando que ,quando se quer ,se faz,apesar das dificuldades a serem vencidas.


O JORNAL DE QUEM AMA LITERATURA

               FOTOS DO SALÃO DE TURIM,ITÁLIA,2014



                      SESSÃO DE AUTÓGRAFOS







VALE TUDO:SENTADA,DE PÉ,AJOELHADA,O IMPORTANTE É AUTOGRAFAR.





O PEQUENO E DETERMINADO LEITOR ITALIANO.DETERMINADO,PEDIU " A BAHIA DE OUTRORA".LEVOU E ARRASSOU!

PÚBLICO ITALIANO PRESTIGIOU A ESCRITORA BRASILEIRA MIRIAM DE SALES




"BAHIA DE OUTRORA" E "CONTOS APIMENTADOS" FORAM MUITO BEM ACEITOS E VENDIDOS.

                    DELEGAÇÃO BRASILEIRA


PÚBLICO INTERNACIONAL





MARIANA BRASIL,REPRESENTANTE DA A.C.I.M.A ,RESPONSÁVEL PELO STAND DO BRASIL.NOSSOS AGRADECIMENTOS PELO MAGNÍFICO TRABALHO.




domingo, 27 de abril de 2014

VOCÊ ACHA ARRUMAR A MALA UMA TAREFA DIFÍCIL?



                            O BLOG DE ABRIL/14



VOCÊ ACHA ARRUMAR A MALA UMA TAREFA DIFÍCIL?
Se você acha seu cunhado uma mala sem alça,imagine o que é arrumar e depois carregar uma mala mundo afora.Mesmo as com rodinhas ...
É nestas horas que eu adoraria ter  aderido ao nudismo e sair por ai vestida de sol e ar.
Escolher,separar,arrumar roupas e sapatos é uma tarefa tão difícil e chata que algumas pessoas até têm insônia e palpitações.E,nós,ainda temos que levar acessórios,maquiagem,cremes,creminhos,pentes,pentinhos,objetos de toilette , (todo hotel tem xampus,condicionadores e hidratantes,mas,EU vou usar nas minhas bem tratadas madeixas cor de neve algo que não seja o xampu Silver da L´Oreal ,vindo direto de Paris para o meu salão  de beleza favorito!? N em morta!) além da pasta e escova  de dente,algodão,cotonete,lenços de limpeza,tônico,ai meu Deus é um nunca acabar de coisas.
Haja malinhas,frasqueiras e malões ,além de força e paciência para carregar tudo isso.


No meu caso é mais fácil;fecho os olhos a tudo e só levo o estritamente necessário,sem me render a modismos ou  excessos tão comum ás mulheres.Dei um jeito de reduzir tudo e mais o estresse causado como vocês  perceberão  se lerem esse artigo até o fim.
Sugiro começar algumas semanas antes da viagem programada ,um  item cada dia; e,ao mesmo tempo pegar a bendita mala e começar a separar as coisas,para não correr o risco de esquecer nada,principalmente o absorvente ,se você ainda precisar dele.
Mas,vamos lá;por cima do terror a coragem,minha e sua ,a minha de começar e a sua ,de ler.
1º-  Escolhido  o  local para onde vai , pense no clima que vai enfrentar;se for primavera ou verão ,separe roupas leves,saias,vestidos vaporosos e a companheira mais importante da sua viagem:a calça jeans.Use e abuse dela  ,usando com blusas ( leve umas quatro ou cinco),camisetas,casaquinhos,blazers,echarpes e boleros .Vale ,também,os shorts,as bermudas e uma fina calça de linho ou um legging para o caso de receber um convite para uma festinha ou jantar importante.A mesma dica vale para o outono ou inverno ,você só precisa mudar o tecido;opte pela lã ou o couro.Um trench – coat ,os sweters  e um mantô alinhado ,farão toda a diferença. As golas de pele são ótimas para proteger a garganta,além de serem muito chics  e lhe darem um ar de estrela de Hollywood.
2- Se sua viagem for para os Estados Unidos e Argentina,aproveite os  convidativos preços de roupas e compre lá. Na Argentina ,você  certamente perderá o fôlego com os cashmeres e as roupas de couro.Na Europa,principalmente Itália e Inglaterra  ,temos as feirinhas ,tipo Porto Bello Road ou o Mercado das Pulgas ,em Paris,onde se compra roupas novas,de griffes,com excelente preço,apenas porque não passaram pelo severo   controle de qualidade da Maison ,por causa de um botão mal pregado etc


Em Livorno comprei um belíssimo tailleur Chanel de lãzinha e uma blusa Yves Saint – Laurent de seda  dourada ,de tirar o fôlego.Vou usá-la ,semana que vem,num  jantar de gala,no Rio.Com uma saia de cetim preto e pérolas,estarei  nos trinques.
3- Se sua estadia for  de uma semana  não leve objetos de toilette que se compra em qualquer lugar.Alguns vêm em tamanho pequeno e cômodo.
Se a estadia for curta ,compre um kit de viagem e coloque  sabonete,xampu etc nas vasilhinhas,evitando vazamentos  e enchendo a mala sem necessidade.
4-Quando for arrumar a mala pense no tempo que você levará em cada lugar de destino;se for direto  para um lugar só ,tudo bem,desfaça a mala;se for uma excursão e você percorrer vários lugares distintos,coloque em cima os objetos de toilette,roupas íntimas ,a calça jeans,  blusinhas e um casaquinho para os fins de tarde, sempre mais frios.
5- Quanto aos sapatos  vá usando o mais pesado e difícil de guardar,como o tênis,por exemplo.Além desse ,leve uma rasteirinha para passear e caminhar muito ,havaianas ( as recém – lançadas são lindas e práticas) e um sapato mais elegante para a noite.Escolha sapatos confortáveis;não estrague seus momentos felizes com um dedinho apertado ou um calcanhar dolorido;ninguém merece!
6 –Notebooks,tablets etc ,você precisará mesmo de levar esses trambolhos?Eu acho que um bom iphone resolve tudo isso,não pesa e não atrai ladrões.Como já tive dois tablets roubados dentro de bons hotéis e festas literárias ,acho válido esse conselho.
7-A depender do modelo de mala escolhido existem algumas maneiras de arrumar suas coisas.Se for uma mochilinha e ou uma malinha pequena coloque as roupas  em cilindro e prefira aquelas que não amassam   facilmente.O mesmo vale para uma mala média,lembrando que,o mais  volumoso  vai no fundo e você pode tapar buracos com os mais leves.
8-A mala de volta é diferente da mala de ida,mais chata de arrumar e mais cheia daquelas pequeninas coisas que você comprou.Se está na Europa nem tente levar ou trazer alimentos mesmo que você a.d.o.r.e  aquele salame italiano ou um queijo francês.Eles abrem a mala,carregam tudo e você ainda fica mal vista.
9-Bom senso é importante em tudo,mas,em viagem é fundamental;pense na possibilidade de extravio da sua mala por isso tome certas precauções,tais como etiquetar tudo ,colocando o  endereço  onde você ficará e o endereço da  sua cidade de origem.Separe umas mudas de roupa e leve na bagagem de mão.Objetos de valor como joias , dinheiro e documentos  nem pensar em colocar na mala que você despachar.Suicídio certo!
 10-Lembre-se: passaportes são muito visados em qualquer lugar.Eu tenho uma maneira legal de carregar documentos e valores nas viagens internacionais.Compro uma bolsinha  com cinto e fechamento em velcro,ponho o passaporte , dinheiro,cartões etc e coloco junto da calcinha  presos com uma segurança;Na bolsa maior só dinheiro pouco até 50 euros ,por exemplo.Se precisar usar cartão  ou tirar documento ,peço para ir ao  toilete , tiro , apresento (ou pago) e coloco de volta.

11-Não esqueça: se sua mala não estiver em seu poder dentro de 48 horas ,a companhia tem que lhe dar dinheiro para as suas necessidades e,se você precisar comprar qualquer coisa de  interesse   imediato,guarde o recibo ,pois .eles terão que   reembolsá-la.
12-Fique atenta com a bagagem de mão  que não deve ser muito grande nem muito pesada.Nós temos direito a levar bolsa e bagagem de mão,portanto,vamos dividir o peso.Só leve o o livro ou revista que vai ler e remédios apenas  dorflex ou aspirina,pois,fora do pais você pode ter problemas,mesmo com a receita médica.
13-Não esqueça o ditado:”Em Roma,como os romanos”.Não significa que você pode tentar comer aquele napolitano lindo,mas,sim,que no país que você está chegando,é apenas uma visitante,portanto esqueça a arrogância e comporte – se conforme as regras do país.

Entendeu tudo?Então boa viagem e boas compras!



                    NOTÍCIAS  LITERÁRIAS

Salvador


'A Auriflama do Caos: A Nova Ratoeira' é primeiro volume da trilogia escrita por Mogg Mester

Redação iBahia
(agenda@portalibahia.com.br)

publicidade
 No dia 30 de maio, a partir das 18h, o escritor Mogg Mester promove o lançamento do livro 'A Auriflama do Caos: A Nova Ratoeira', pela Pimenta Malagueta Editora. O evento será realizado na livraria LDM do Espaço Itaú de Cinema Glauber Rocha e a entrada é gratuita. 

Voltado para o público "geek", apaixonado por jogos, séries e ficção científica, a obra é o primeiro livro da série que começa narrando à história de Barack, um gnomo decadente e sem as mãos que depois de anos de confinamento consegue fugir das masmorras do reino de Gorack para obter sua almejada vingança.


ESCRITORA MIRIAM DE SALES NO SALÃO DO LIVRO EM

 TURIM,ITÁLIA

Escritora baiana é convidada para Salão Internacional do Livro em Turim



Única escritora baiana convidada, Miriam de Sales diz que pretende fazer um trabalho intenso para levar o nome da Bahia aos círculos literários europeus


Redação iBahia
(agenda@portalibahia.com.br)

                     
A escritora baiana Miriam de Sales será uma das convidadas do Salão Internacional de Turim, na Itália. Um dos maiores eventos de literatura da Europa, o Salão acontecerá de 8 a 12 de maio e irá reunir editores, expositores e autores de todas as partes do mundo. Este ano, o país convidado será o Vaticano.

Única escritora baiana convidada, Miriam de Sales diz que pretende fazer um trabalho intenso para levar o nome da Bahia aos círculos literários europeus.





MIRIAM DE SALES É A NOVA COLUNISTA DO JORNAL "SEM FRONTEIRAS"




ACADEMIA DE LETRAS DA BAHIA ABRE UM CONCURSO LITERÁRIO DE POESIAS


Até 24 de maio estarão abertas as inscrições para o Prêmio Nacional Academia de Letras da Bahia de Literatura – Poesia 2013. O concurso literário, que há mais de 30 anos tem revelado talentos da literatura brasileira, é a mais importante premiação de poesia da Bahia e um dos concursos literários de maior prestígio no Brasil. Saiba mais: http://goo.gl/na5eG1



FLIPOÇOS CONTA COM A PRESENÇA DE MUITOS ESCRITORES FAMOSOS.
MIRIAM DE SALES FALARÁ SOBRE O HUMOR,NO BRASIL.DIA 29/4 ÁS 15 HS.


NETO DE FERNANDO PESSOA ABRILHANTARÁ A FESTA LITERÁRIA DE POÇOS DE CALDAS,FLIPOÇOS


Foto: O dia 1º de junho, na XVIII FEIRA PAN-AMAZÔNICA DO LIVRO, no ESTANDE DO ESCRITOR PARAENSE, os escritores de MARABÁ E REGIÃO terão a tarde e noite reservadas para seus lançamentos, como resultado da decisão da comissão que coordena o espaço, de trazer escritores do interior à participar da grande festa da literatura paraense, por acreditarmos que a feira é de todos os escritores do Pará.
Que sejam bem vindos os companheiros das letras de Marabá.



                                      ATÉ MAIO,COM NOVIDADES







segunda-feira, 31 de março de 2014

ENTREVISTA DA ESCRITORA MIRIAM SALES PARA O SALÃO INTERNACIONAL DO LIVRO EM TURIM,ITÁLIA



                          O BLOG DE MARÇO/14



                              ENTREVISTA A.C.I.M.A



1 - A.C.I.MA. – Primeiramente, gostaríamos de saber um pouco sobre você: de onde vem, qual sua terra natal? Onde vive atualmente? Além da escrita, que trabalho ou hobby desenvolve?
Miriam - Nasci e vivo em Salvador,Bahia.Meu trabalho,hoje,é escrever e presidir uma pequena Editora,a Pimenta Malagueta.Apesar de pequena é atrevida,pois já publicou cerca de 30 livros e mais 15 digitais em menos de três anos.Trata-se de uma editora criada por uma autora para autores,e procura ajudá-los nas suas pretensões literárias.

2 - A.C.I.MA. – Como e quando se dá o seu primeiro contato com a escrita? Sobre qual tema você escreve? De onde vem as inspirações para suas obras literárias? Poderia nos contar um pouco sobre seu processo criativo?
Miriam – Meu primeiro contato com a escrita começou aos 8 anos de idade ,quando meu avô materno me pediu para escrever um discurso  em homenagem a Getúlio Vargas,político brasileiro famoso nos anos 50.Sempre escrevi diários,desde adolescente ,mas,publicar,mesmo ,comecei em 2008,num site literário;foi quando ganhei meu primeiro computador.

3 - A.C.I.MA. –  Qual foi a pessoa que primeiramente acreditou em seu talento? E qual outra linguagem da Arte tem o seu interesse? 
Miriam – Foram pessoas; meu público na internet.
Além da literatura,as artes plásticas e a sétima arte,o cinema.

4 - A.C.I.MA. – O que você acha que seria prioritário fazer para criar oportunidades para valorizar e divulgar o trabalho dos escritores e artistas brasileiros no Brasil e no exterior? 
Miriam –Mais apoio do governo,menos “panelinhas” literárias e mais divulgação.N ao que eu goste ou recomende ao autor ser um escritor’ gov.com’,o autor deve ser livre como um pássaro e um apóstolo da literatura,levando – a aos quatro cantos do mundo.Considero indispensável o trabalho que  pessoas como vocês realizam,abrindo ,para o novel escritor,as portas do mundo.E o trabalho informativo do Jornal Sem Fronteiras,da Dyandreia Portugal.

5 - A.C.I.MA. –  Na  sua opinião, qual o maior obstáculo que encontra o escritor brasileiro para ingressar no universo literário? Como você divulga o seu trabalho? Onde é possível adquirir seus livros?
Miriam – A falta de apoio e o alto custo da publicação, além da falta de divulgação,principalmente,se ele ,o autor,é oriundo de pequenas editoras como a minha que não tem acesso a grandes distribuidores.
Da nossa parte,fazemos o possível para divulgá-los,mas,é caro e difícil,pois,não existe acesso á mídia  e só nos restam as redes sociais.
Eu faço ,com meus livros,um trabalho de formiguinha,levando –os ás ruas,a festas literárias ,que ,antes de ficar conhecida e convidada,ia por minha conta,faço palestras em escolas e entidades e procuro as livrarias;muitas se dispuseram a vender os meus livros ,com relativo sucesso.
Meus livros podem ser adquiridos nas livrarias parceiras em Salvador,na Livraria Cultura,em todo Brasil  ou pedidos por e-mail ou nas minhas páginas na internet.Esse ano pretendo encontrar um bom distribuidor a nível nacional.A carreira literária não se constrói de uma noite para um dia,é necessário paciência e persistência e ,sobretudo,confiar em si mesma.

6 - A.C.I.MA. – Que conselho daria a quem está dando os primeiros passos no universo literário?
Miriam –Primeiro dessacralizar o livro;livro é investimento como outro qualquer;vai para o Mercado,tem custos e exige muito trabalho e esforço do autor.É como uma ação na Bolsa,ode virar blue chip ou não,mas,você só saberá se arriscar.Como todo investimento tem gastos;o autor deve estar preparado para isto.O primeiro passo e que recomendo ao novo autor é participar de Antologias sérias ,um passo para ser conhecido.Os blogs bem feitos são importantes,funcionou para mim e a presença nas redes sociais com temas interessantes.Autor,ninguém divulga seu trabalho melhor que você,pense nisto e arregace as mangas.

7 - A.C.I.MA. – Qual sua opinião sobre o momento “economicamente feliz” que o Brasil está vivenciando atualmente? Segundo seu ponto de vista será duradouro? Qual é o seu objetivo literário no momento?
Miriam –Contrariando o ‘establishment’, acho que o Brasil,vive,sim,um bom momento;Muita gente saiu da miséria e está sendo criada uma classe média que consome e lê.Precisamos de mais educação e menos bla – bla –blá.Não tenho partido político ,pois,sempre fui independente e voto nas pessoas,não nos partidos;e,observo,reflito ,longe da mídia brasileira que considero tendenciosa e venal.
Se será duradouro esse momento,não sei;o país faz parte de um mundo em crise com  valores destruídos e nada para substituí-los,imperando a corrupção e os interesses escusos.
Meu objetivo literário ,no momento,é crescer,mas,não corro atrás da fama ,nem quero virar celebridade.Contento-me em escrever e vender livros,mantendo minha independência,que me é tão cara.




8 - A.C.I.MA. – Poderia nos falar um pouco sobre suas obras, seu percurso, e particularmente sobre a experiência de divulgar suas obras no exterior?
Miriam – Com prazer!Comecei escrevendo nos sites – tenho mais de 2000 artigos,crônicas e contos publicados –depois participei de Antologias e parti para meu primeiro livro solo,um e-book – Maktub – em 2008,lançado,com sucesso na Bienal da Bahia.Depois,veio meu carro – chefe ,’A Bahia de Outrora’ já na 4ª edição e com uma edição em e-book que está no Amazon,seguida de ‘Contos Apimentados’ já na 2ª edição e ‘Contos e Causos’,ambos contos de humor.Em e-book tenho, ainda, ‘As Filhas do General’e estou  preparando ‘Bahia de Todos os Santos e Todos os Orixás ,que pretendo lançar no Salão de Turim,com vocês.
No mais,sou membro de três Academias,blogueira de coração,tenho 9 blogs, e,segundo o Google,com mais de um milhão de leitores na rede.
Divulgar minhas obras no exterior é  o que mais desejo;sou convidada para mesas e palestras literárias em todo o país ,mas,gostaria de estender essa experiência para fora do Brasil.

9 - A.C.I.MA. – Quantos livros você publicou? Pode nos deixar aqui uma bibliografia (título/Ano de publicação/ Tema  e público alvo/ Em uma frase a mensagem de cada obra.
Vamos lá:
2008 –‘ Maktub’,um e-book ,de mensagens.
2011 -’Contos e Causos’ -1ª Ed.Contos humorísticos
2011 –‘A Bahia de Outrora’ -1ª Ed.Livro de crônicas sobre a Bahia  antiga,costumes,tradições,gastronomia,festas populares
2011 – ‘Contos  Apimentados” -1ª Ed.
2012 –‘A Bahia de Outrora’ -2ª Ed.Revista e ampliada.
2012 –‘Contos Apimentados’ -2ª Ed.
2012 –‘Contos e Causos’ – 2ª Ed.
2012 – ‘A s Filhas do General’,romance curto em e-book
2013-‘Contos e Causos’ – 3ª Ed.Também em e-book.Neste livro de contos bem humorados ,pretendo resgatar a cultura nordestina e seu povo,tão peculiar.
2013- ‘A Bahia de Outrora -3ª edição
2013 –‘Contos Apimentados’ -2ª Ed.Também em e-book
2014 –‘a Bahia de Outrora’ - 4ª edição.Também em e-book
Meu público alvo vai de adolescentes a idosos,em todo o Brasil,gente que procura um humor sadio e espirituoso,agregado ao conhecimento.
‘A Bahia de Outrora’,um resgate de nossa cultura e tradição e um hino de amor á Bahia.
‘Contos Apimentados’ ,um pequeno texto da apresentação e que bem define o livro:’Afirmo que,o objetivo desta obra -  que não é prima nem irmã de ninguém -  é o objetivo  primordial da Literatura:instruir,educar,divertir.Contar histórias;não foi assim que tudo começou?’
‘Contos e Causos’ –Minha intenção foi documentar o passado,mostrar a verve  e os dizeres do povo brasileiro,enfim,a cultura popular nordestina que está ficando esquecida.



10 - A.C.I.MA. –  Se desejar deixe-nos uma mensagem, frase, reflexão ou poesia de sua autoria, por favor!
Uma mensagem para  autores iniciantes:

 Procure fazer um bom livro; o mercado exclui o que não tem valor.Isso não significa fazer concessões,mas,apresentar um trabalho de qualidade.
Ter disposição para “trabalhar “ o livro.Participar de feiras,festas literárias,visitar escolas,ir aonde o leitor está.E, lembrar que em todo não tem sempre uma semente de sim;não tenha medo de rejeição ou negativa.Estabeleça uma meta: vender dois livros por dia.No fim do mês são
60 exemplares vendidos. Dá mais que um salário mínimo.
Sucesso só vem antes de trabalho no dicionário.













A.C.I.MA. – Momento inesquecível?
Miriam – Nascimento da minha primeira filha,Consuelo.

 Três  coisas fundamentarias para ser feliz?
Paz,livros e bons amigos.
Obrigada pela entrevista.



.             SÔNIA MIQUELIN,EDIÇÕES MANDALA
**
RAPIDINHAS:

A.C.I.MA. – Uma saudade?

Miriam – Meus pais

A.C.I.MA. – Um sonho?
Miriam –Um mundo sem fome e guerras

A.C.I.MA. – Um lugar?
Miriam - Salvador

A.C.I.MA. – Uma música?
Miriam –My way
A.C.I.MA. – Uma tristeza?
Miriam – a incompreensão
A.C.I.MA. – Um barulho?
Miriam -  O som das ondas batendo na praia




A.C.I.MA. – Um cheiro?
Miriam –De livro novo

A.C.I.MA. – Doce ou salgado?
Miriam -Ambos

A.C.I.MA. – Destino ou casualidade?
Miriam –Destino.Maktub: estava escrito.

A.C.I.MA. – Quente ou frio?
Miriam -Quente

A.C.I.MA. – Seu hobby?
Miriam - Leitura

A.C.I.MA. – Comida preferida?
Miriam – a italiana.(Não estou puxando o saco.rsss)

A.C.I.MA. – O que ama?
Miriam –Tanta coisa;minha família,6 filhos,13 netos,minha bisneta,meu marido,gatos...

A.C.I.MA. – O que não ama?
Miriam – Mentira,falsidade,dissimulação.

A.C.I.MA. – Um livro?
Miriam – Cem anos de solidão.

A.C.I.MA. – Um filme?
Miriam –Testemunha de Acusação

A.C.I.MA. – Uma homenagem?
Miriam -

A.C.I.MA. – Momento inesquecível?
Miriam – O nascimento da minha primeira filha,Consuelo.

A.C.I.MA. – Três coisas fundamentarias para ser feliz?

Miriam – Paz,livros e amigos